Descubra (18).png

            O envelhecimento facial é consequência de múltiplos fatores intrínsecos e extrínsecos que interagem entre si e que contribuem de forma importante para as alterações na pele associadas ao envelhecimento. A perda de volume que resulta da perda e do reposicionamento da gordura facial, assim como o remodelamento ósseo, agora é considerada componente fundamental no envelhecimento facial. Com essas alterações, as convexidades típicas de uma aparência jovem, tendem a se tornarem achatadas e côncavas.

             O rejuvenescimento facial mudou do simples apagamento de rugas e estiramento cirúrgico para um enfoque no qual se faz o relaxamento muscular e volumerização com restauração do contorno facial. 

              As atrofias do sistema osteomuscular, próteses dentárias, necessitam ser revistas em conjunto durante as sessões de tratamento. Nenhum preenchedor corrige satisfatoriamente alterações ósseas importantes na região maxilar ou mandibular, verificar deformidades na região, dos dentes, próteses mal-adaptadas, dentre outras.

 

Ácido hialurônico

            O ácido hialurônico é uma substância produzida naturalmente pelo organismo e está presente, principalmente, na pele. Como sua principal função é reter água para garantir hidratação e volume à pele, tem indicação para a remodelação de formas e contornos do rosto e lábios, dar volume às áreas modificadas pelo processo de envelhecimento, ou simplesmente preencher sulcos e rugas estáticas, ou seja, as rugas mais profundas e visíveis quando o rosto está em repouso.